Em Cristo estão escondidos todos os tesouros da sabedoria e do conhecimento. (Colossenses 2:3)


Ninguém vos engane com palavras vãs;
porque por essas coisas vem a ira de Deus
sobre os filhos da desobediência.
(Efésios5:6)
Digo isso a vocês para que não deixem que ninguém
os engane com argumentos falsos.
(Colossenses 2:4)

4 de setembro de 2010

NÃO JULGAR E JULGAR



Quando se fala em julgar, a primeira frase de que lembramos é: "não julgue para não ser julgado". Esta frase bíblica é muitas vezes pronunciada e repetida para justificar atitudes erradas, com o objetivo de fazer o censor impiedoso a se calar. Não podemos ler versículos, analisá-los individualmente ou fora de contexto.

A frase "não julgue para não ser julgado" tem base nos versículos de Mateus 7:1-2, quando Jesus está ensinando a multidão e os discípulos.

Mateus 7:1-5: "Não julgueis, para que não sejais julgados. Porque com o juízo com que julgardes sereis julgados, e com a medida com que tiverdes medido vos hão de medir a vós. E por que reparas tu no argueiro que está no olho do teu irmão, e não vês a trave que está no teu olho? Ou como dirás a teu irmão: Deixa-me tirar o argueiro do teu olho, estando uma trave no teu? Hipócrita, tira primeiro a trave do teu olho, e então cuidarás em tirar o argueiro do olho do teu irmão."

 Em Mateus 7:1-5 Jesus enfatiza que uma pessoa não pode condenar outra estando na mesma prática pecaminosa.  Jesus falou sobre a atitude de apontar defeitos em uma pessoa a partir de sua própria opinião sem reconhecer os seus próprios erros. Jesus condena o julgamento hipócrita.

Jesus se utiliza de exemplos engraçados para ilustrar o ensino. Como pode uma pessoa que está com minúsculo um cisco no olho, ser ajudada por outra que tem uma viga no olho? Jesus disse que temos que tirar nossas próprias vigas antes de remover os ciscos dos outros. Não podemos condenar os defeitinhos dos outros quando nossos pecados são mais graves.

Jesus condena a atitude negativa do censor.

Algumas pessoas vivem criticando, sempre procurando e destacando as falhas dos outros, e ainda convidam outros a serem críticos também.  

Não nos é permitido fazer julgamento calunioso (Mt 7.1,2).

Êxodo 23:1: "Não admitirás falso boato, e não porás a tua mão com o ímpio, para seres testemunha falsa."

Porém, quanto a julgar no sentido de refutar, examinar, tomar um posicionamento, discernir, a Bíblia apresenta orientações em João 7.24; 1; Atos 5; Atos 17.11: 1 Coríntios 2.15: ;  1 Coríntios 5.11;2 Coríntios 11; 1Coríntios 14.29; 1 Tessalonicenses 5.21; 1 Pedro 4.17; Apocalipse 2 a 3; e outros.

Os cristãos de Corinto receberam ordens para julgar a imoralidade existente entre os seus membros.

1 Coríntios 5:12: “Porque, que tenho eu em julgar também os que estão de fora? Não julgais vós os que estão dentro?”

Em 1 Coríntios 6, Paulo escreve aos coríntios repreendendo-os sobre a omissão deles em julgar as coisas pertencentes a esta vida.

1 Coríntios 6:2-5: "2.Não sabeis vós que os santos hão de julgar o mundo? Ora, se o mundo deve ser julgado por vós, sois porventura indignos de julgar as coisas mínimas? 3.Não sabeis vós que havemos de julgar os anjos? Quanto mais as coisas pertencentes a esta vida? 4.Então, se tiverdes negócios em juízo, pertencentes a esta vida, pondes para julgá-los os que são de menos estima na igreja? 5.Para vos envergonhar o digo. Não há, pois, entre vós sábios, nem mesmo um, que possa julgar entre seus irmãos?"

No versículo 2, a Bíblia diz que todo aquele que crê em Jesus como Senhor e Salvador e tem uma vida separada para Deus, irão julgar o mundo, e isso acontecerá no fim do Reino Milenar de Cristo.  O versículo 3, diz que todo aquele que crê no Senhor Jesus e tem uma vida obediente a Deus irá julgar os anjos. E  no versículo 5, Paulo pergunta aos coríntios se não há ninguém capaz entre os irmãos para julgar.

Julgar é dever do cristão que obedece a Deus, mas não deve realizar qualquer julgamento segundo sua própria opinião. Deus quer que julguemos de acordo com a Bíblia, para que a pessoa venha a se arrepender. Portanto é preciso que o cristão conheça a Palavra de Deus e só assim, mostrar à outra pessoa qual é a vontade de Deus em relação ao erro que ela cometido.

A Bíblia nos dá direção clara sobre julgamento.

Provérbios 28:23: "O que repreende o homem gozará depois mais amizade do que aquele que lisonjeia com a língua."

Tiago 4:17: "Aquele, pois, que sabe fazer o bem e não o faz, comete pecado."

 É preciso se manifestar contra atitudes que estão em desacordo com a vontade de Deus, para não caracterizar cumplicidade.

E Paulo também escreveu que tudo deve ser feito em amor.

1 Coríntios 16:14: "Todas as vossas coisas sejam feitas com amor."



O mais importante é o amor

“Ainda que eu falasse todas as línguas,
as dos homens e as dos anjos,
 
se não tivesse amor,
 
as minhas palavras seriam como o sino ruidoso
ou como címbalo estridente.
Ainda que eu tivesse o dom da profecia, o
conhecimento de todos os mistérios e de toda a ciência,
 
e uma fé capaz de mover montanhas,
 
se não tivesse amor,
 
nada seria.
Ainda que eu distribuísse todos os meus bens, 
que entregasse o meu corpo às chamas,
 
se não tivesse amor,
 
nada teria de bom.
O amor é paciente e prestativo;
não é invejoso, não se ostenta nem é orgulhoso, nada faz de inconveniente.
O amor não procura o próprio interesse, não se irrita, não guarda rancor, não se alegra com uma injustiça, mas regozija-se com a verdade; tudo perdoa, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.

O amor é eterno.
As profecias desaparecem; as línguas acabam-se; a ciência passa. Pois tanto as nossas profecias como a nossa ciência são imperfeitas.
Quando chegar o que é perfeito, tudo o que é imperfeito desaparece.
Quando eu era criança falava como criança, sentia como criança e pensava como criança. Depois que me tornei adulto, deixei o modo de ser criança.
Agora vemos as coisas como um espelho e de maneira confusa. Depois vemo-las frente a frente. Agora o meu conhecimento é imperfeito, mas depois vou conhecer como Deus me conhece.
Agora existem três coisas: fé, esperança e amor.
Mas a mais importante é o amor”.
1 Coríntios 13


2 comentários:

  1. Muito bem abordado este assunto. Parabéns.

    ResponderExcluir
  2. Oi Kle! Estava a procura de uma figura para enriquecer o texto que postei hj e gostei muito desse que encontrei no seu blog. Espero que não fique chateada. Fiquei feliz também de encontrar mais um espaço que anuncia as verdades do Evangelho e tantas outras coisas interessantes, desde já estou te seguindo e prometo vir aqui mais vezes, um bj!

    ResponderExcluir