Em Cristo estão escondidos todos os tesouros da sabedoria e do conhecimento. (Colossenses 2:3)


Ninguém vos engane com palavras vãs;
porque por essas coisas vem a ira de Deus
sobre os filhos da desobediência.
(Efésios5:6)
Digo isso a vocês para que não deixem que ninguém
os engane com argumentos falsos.
(Colossenses 2:4)

20 de março de 2011

COMO ERA O SUMO SACERDOTE



As Vestimentas do Sumo Sacerdote
Os únicos que podiam entrar no lugar Santo eram os Sacerdotes, sendo que somente o Sumo Sacerdote era autorizado por Deus a entrar uma vez por ano no Lugar Santíssimo ou Santos dos Santos.Os primeiros a serem escolhidos por Deus foram Arão e seus filhos Nadabe, Abiú, Eleazar e Itama
O Sacerdote era consagrado, isto é, feito santo ou separado inteiramente para o serviço de Deus, por meio de uma cerimônia especial, uma purificação ritual que lidava com a purificação exterior de uma pessoa, ela pré figurava o batismo do NT. “Fomos, pois, sepultados com ele pelo batismo na morte, para que, como Cristo foi ressuscitado dentre os mortos pela glória do Pai, assim andemos nós também em novidade de vida” (Romanos 6: 4).
Na cerimônia de ordenação do Sacerdote, o sangue de um carneiro era aplicado na orelha do Sacerdote, para significar que ele ouviria apenas a palavra de Deus: no polegar para significar que ele iria cumprir corretamente as obrigações; e sobre o dedo do pé, para indicar que ele andaria no caminho da Justiça.
VESTES SACERDOTAIS
As vestes dos SACERDOTES eram formadas por: Peitoral Manto Sacerdotal Sobrepeliz Túnica bordada Mitra Cinto.
O MANTO SACERDOTAL: (Êxodo 28: 6 ao 13) Também chamado de ÉFODE. Era feito de fios de lã azul, púrpura e vermelha, de linho fino e de fios de ouro, enfeitada com bordados. Nas duas pontas do manto, havia duas alças presas nos dois lados do manto. Tinha duas pedras de ágata (ônix) engastadas em ouro, com o nome do filho de Jacó, representando as doze tribos, sendo seis em uma pedra e seis na outra, por ordem de idade. Essas pedras estavam colocadas uma nas alças desta estola sacerdotal, por dois engates e duas correntes de ouro puro entrelaçados.
O CINTO: (Êxodo 28: 8). Feito do mesmo material do manto passava pela cintura do manto para prendê-lo e formava com ele uma só peça.
O PEITORAL: Êxodo 28: 15 ao 30). Era usado pelo Sumo Sacerdote quando este entrava no Lugar Santo. Como o manto, também era feito de fios de lã azul, púrpura e vermelha e de linho tinto enfeitado com bordados. Era quadrado e dobrado em dois. Tinha um palmo de comprimento e um palmo de largura. Nele existiam quatro carreiras de pedras preciosas, sendo a primeira carreira: rubi, topázio e granada; na segunda carreira: esmeralda, safira e diamante; na terceira tinha: turquesa, safira e ametista e a quarta era formada por: berilo, ônix e jaspe, e eram montadas em engastes de ouro. Em cada uma dessas doze pedras era gravado o nome de um dos filhos de Jacó para representar as doze tribos de Israel. O peitoral tinha argolas de ouro que o prendiam através de um cordão azul ás argolas no manto. No peitoral, acima do coração, era colocado o “URIM e o TUMIM” (perfeições e luzes).
A SOBREPELIZ ou TÚNICA AZUL e BRANCA (Êxodo 28: 31 ao 38). Roupa que era colocada em cima do Manto sacerdotal ou Êfode, era tecida inteiramente de lã azul, tendo uma abertura para passar a cabeça, que era arrematada por uma tira de malha. Em toda a sua barra tinha aplicações em forma de romã feitas de fios de lã azul, púrpura e vermelha, e entre uma romã e outra eram colocados sininhos (campainhas) de ouro, que tinha como finalidade poder ouvir o sacerdote e saber que ele não estava morto dentro do Lugar Santo.
A MITRA: Era um turbante de linho fino, apropriado para cobrir a cabeça do SUMO SACERDOTE, em cuja parte dianteira presa por um cordão azul, havia uma placa de ouro puro gravado:”SEPARADO PARA O SENHOR” (SANTIFICADO AO SENHOR).
OBS: Tanto Arão quanto seus filhos e os demais SACERDÓTES, usavam calções de linho a fim de cobrirem a carne nua (Êxodo 28: 42 e 43), uma vez que expor os órgãos genitais eram comuns nos cultos cananeus (ver Êxodo 20: 26).
ARTIGOS DE CERIMONIAIS
# INCENSO SAGRADO
O INCENSO SAGRADO era proibido ser usado ou fabricado pelo povo, seu uso era somente para ser queimado em adoração ao Senhor.Sua formula era composta de partes iguais das seguintes especiarias aromáticas

# Benjoim

# Ônica

# Resina Medicinal, e

# Incenso puro, e tudo isso era adicionado
# Sal, e posteriormente todos estes ingredientes eram moídos até virar pó.
Esse INCENSO era SAGRADO e dedicado ao SENHOR, e se alguém o usasse era expulso do meio do povo de Deus.
AZEITE DA UNÇÃO. Sua formula era sagrada e também proibida de ser usada sem que fosse para ungir no serviço religioso do Senhor.Era feito de: 3 litros e meio de Azeite, ao qual se misturava seis quilos de #Mirra Líquida, 3 quilos de # Canela, 3 quilos de Cana Cheirosa, e 6 quilos de Cássia. Sua finalidade: Ungir o TABERNÁCULO e seus utensílios.

Nenhum comentário:

Postar um comentário