Em Cristo estão escondidos todos os tesouros da sabedoria e do conhecimento. (Colossenses 2:3)


Ninguém vos engane com palavras vãs;
porque por essas coisas vem a ira de Deus
sobre os filhos da desobediência.
(Efésios5:6)
Digo isso a vocês para que não deixem que ninguém
os engane com argumentos falsos.
(Colossenses 2:4)

1 de junho de 2010

OS CRISTÃOS, AS TATUAGENS E OS PIERSINGS - 3



Piercing Cultural ou Cultual?


Muitos jovens hoje dentro das igrejas, usam ou querem usar tatuagens, piercing, sem conhecer uma posição clara da igreja. Devem tatuar e usar piercing ou não? É pecado, é errado, ou não? Qual a aposição da igreja diante dessas “necessidades” da juventude?

Vivemos em um mundo globalizado, onde a cultura de um povo em particular, já não é tão particular, mas compartilhada para outras culturas a milhares de quilômetros, incorporando na linguagem, gestos, alimentação, aparência, etc. Toda cultura possui elementos que precisam ser conservados e outros que precisam ser transformados pelo evangelho. Esta cultura globalizada faz com que elementos de uso e costumes que pertencem a uma cultura distante, remota, torne-se parte de outra cultura, ou de todo o mundo. As palavras em inglês que foram incorporadas em nossa cultura como hambúrguer, são usadas como se fossem nossas; a comida chinesa e japonesa, pratos italianos, gravatas, ternos, sapatos, nossa liturgia religiosa, etc.

O piercing ou pendente de Rebeca?

Assim, também vem a influência da música, dança, ritmos, tatuagem e piercing, sendo que a origem desses dois últimos itens remota a culturas antigas, como a egípcia, hebraica, mesopotâmia. Os piercing e as tatuagens eram usados para diversos fins, aparência, religião, demonstração de riqueza, beleza e força. A primeira referência que alguns dizem que era um “piercing” na Bíblia está em Gêneses 24.22 e 47, quando o servo de Abraão, Eliezer, fora enviado para arranjar uma noiva para o seu filho Isaque - “Quando os camelos acabaram de beber, o homem deu a jovem um pendente de ouro de seis gramas... então coloquei o pendente em seu nariz e as pulseiras em seus braços”.

Porém esta palavra não se refere ao um “piercing”, mas um pendente ou uma argola geralmente de ouro, que era parte do ornamento usado no nariz ou na orelha por homem, mulher ou ídolo. A palavra “piercing” é uma palavra inglesa que significa “objeto agudo, penetrante, que rompe, dilacera e perfura”. É claro que não podemos chamar o presente de Eliezer de “piercing”, pois não perfurava o nariz, mas um objeto que ficava pendurado. O texto diz – “eu coloquei o pendente em seu nariz... e curvei-me em adoração ao Senhor...”. É claro que diante do poço em que Rebeca dava água para os camelos, Eliezer não perfurou o nariz de uma desconhecida, colocou uma argola e em seguida adorou a Deus.

O presente de Abraão entregue por Eliezer a Rebeca, fazia parte de recompensas pela aceitação da proposta de casamento como pagamento do dote, isso era natural naquela época, é tanto que quando o irmão de Rebeca viu o pendente em seu nariz e as pulseiras em seus braços, ele procurou Eliezer e lhe ofereceu abrigo, aceitando assim a recompensa, palavra em hebraico “mãhar”, que significa, “adquirir mediante (dote) pagamento, o pedido de casamento – “A jovem voltou para a casa e contou tudo a família de sua mãe. Rebeca tinha um irmão chamado Labão. Ele saiu apressado á fonte para conhecer o homem, pois tinha visto o pendente e as pulseiras no braço de sua irmã, e ouvira Rebeca contar o que o homem lhe dissera. Saiu, pois, e foi encontrá-lo para junto á fonte, ao lado dos camelos. E, disse: Venha, bendito do Senhor! Por que ficar ai fora? Já arrumei a casa e um lugar para os camelos”. Gêneses 24.28-31. O pendente em Rebeca não era um “piercing”, mas parte do pagamento de dote de Abraão para o casamento do seu filho Isaque com Rebeca. Havia um significado, um propósito cultural e familiar.

Este mesmo sinal de recompensa do dote de casamento foi dado por Deus a Jerusalém em uma metáfora do seu relacionamento de marido com Jerusalém a sua esposa amada – “Brincos para o nariz e as orelhas, e uma linda coroa para a sua cabeça”. Ezequiel 16.12.
As argolas e pendentes do passado deixam marcas irreparáveis no presente


Muitas ocasiões os ornamentos no nariz, no tornozelo, na cabeça ou na orelha, eram usados como sinais de opulência, magia e sedução. Vejamos alguns em Isaías 3.16-24.


1. Elas usavam enfeites para flertar e seduzir os homens com o seu corpo - “E por causa da arrogância das mulheres de Sião, que caminham de cabeça erguida, flertando com os olhos, desfilando com passos curtos, com enfeites tinindo em seus calcanhares”.

2. Elas usavam vários enfeites, parecendo muito com o uso que muitas mulheres e homens fazem hoje, com objetivos de magia e sedução:

» “Naquele dia o Senhor arrancará delas: as pulseiras, as testeiras e os colares, os pendentes, os braceletes e os véus, os enfeites de cabeça, as correntinhas de tornozelo...”.

» “Os cintos, os talismãs e os amuletos...”. Elas usavam objetos com fins espirituais de proteção. Esses objetos citados aqui são objetos indicados por demônios como pontos de magia.

» “Os anéis, os enfeites para o nariz”. Observe que o uso aqui já não era como recompensa de dote, mas como enfeites de embelezamento com fins de sedução.

» “As roupas caras, as capas, as mantilhas, e as bolsas; os espelhos, as roupas de linho, as taras e os xales”. O uso de muitos desses enfeites em si não estava errado, mais com o objetivo que elas usavam estava errado e foi censurado por Deus.


3. Por esse motivo, Deus disse que: – “Em vez de perfume haverá mau cheiro, em vez de cintos, corda, em vez de belos penteados, calvície, em vez de roupas finas, vestes de lamento, em vez de beleza, cicatrizes”. Incrível que, até hoje, essas coisas acontecem. Por causa do uso indiscriminado de indumentárias de embelezamentos com fins de sedução e magia, temos visto:

» “Em vez de perfume, mau cheiro”. O cheiro do pecado, lascívia, das doenças sexuais, do câncer, da aids, das drogas, etc.

» “Em vez de cintos, cordas”. O aumento do suicídio, assassinatos, mortes em clínicas de cirurgias plásticas, de aborto, etc.

» “Em vez de belos penteados, calvície”. A calvície provocada pela queda de cabelo por abuso de produtos químicos de embelezamentos; provocada, também, pela quimioterapia para aplacar o câncer.

» “Em vez de roupas finas, vestes de lamento”. Quantas pessoas que pagam caro pelo luxo, não têm paz, sossego, tranqüilidade, só tem lamento e dor.

» “Em vez de beleza, cicatrizes”. Muitas carregam as marcas no próprio corpo; marcas que não saem com sabão. 

                                                                   TATUAGENS

"O que atenta prudentemente para a palavra prosperará; e feliz é aquele que confia no Senhor." - Provérbios 16:20

"Não fareis lacerações na vossa carne pelos mortos; nem no vosso corpo imprimireis qualquer marca. Eu sou o Senhor." - Levíticos 19:28.

A revista Galileu número 86 traz algumas informações interessantes sobre a tatuagem nos dias atuais:

A TATUAGEM NUNCA ESTEVE TÃO NA MODA


É impossível ir a praia, sair na rua e não encontrar um desenho, estampada no corpo das pessoas. Para muitos, a tatuagem é um modismo, ou seja, logo passa e assim virá outra febre. Contudo, a tatuagem tem se tornado uma mania mundial e que traz dados interessantes.
Nos Estados Unidos, existem mais de 40 milhões de pessoas adeptas do tal fetiche. Na Europa, o aumento da demanda deu origem a uma nova disciplina acadêmica, a Psicologia da Tatuagem, ensinada nas Universidades de Milão e Roma. Apesar do modismo, a tatuagem não sai do corpo, ou seja, é impossível removê-la, e ao contrário de um modismo, não pode ser trocada a cada estação. Um dos métodos mais avançados para se remover a tatuagem é o chamado PHOTODERM, uma máquina a laser que remove a tinta. 
Segundo, o cirurgião Cláudio Roncai: "É um tratamento demorado e caro e o aparelho não representa a solução definitiva, pois normalmente sobram vestígios de pigmentos na pele". 

DISCRIMINAÇÕES SOFRIDAS POR QUEM FAZ TATUAGEM


Lizete Araújo, vice-presidente da CATHO, uma firma de consultoria em recursos humanos especializada na recolocação de executivos, afirma: "Normalmente, as empresas adotam os valores da sociedade, que, de maneira geral, ainda rejeitam esses adereços". 
Desde a década de 1950, os cirurgiões tentam amenizar a angústia de quem um dia desobedeceu um princípio social e familiar, afirmando que "o corpo é meu", e sofreu o preconceito e agora se encontra arrependido. 
A tatuagem pode ser um peso que a pessoa vai carregar para toda a vida e que pode prejudicá-la de três formas distintas: 
Socialmente - pois ela vai sofrer discriminação e preconceito.
Emocionalmente - porque a tatuagem é uma marca permanente e, mesmo que a pessoa sinta arrependimento, não conseguirá removê-la totalmente.
Espiritualmente - Quando a pessoa descobrir a origem das tatuagens e verificar por si mesma que ela é instrumento relacionado com deuses e práticas ocultas e pagãs. 




ANALISANDO O ASSUNTO PELA BÍBLIA:

"Não fareis lacerações na vossa carne pelos mortos; nem no vosso corpo imprimireis qualquer marca. Eu sou o Senhor." - Levíticos 19:28.


Pelo contexto de Levítico 19:28 e Deuteronômio 14:1,2 podemos compreender que os golpes e marcas no corpo tinham relações com rituais pagãos que envolviam a memória de mortos, faziam parte da identificação e vinculação da pessoa com crenças em deuses e rituais pagãos e eram uma violência praticada contra o corpo. 
Assim, não é recomendável que um cristão marque seu corpo com tatuagens, pois o seu corpo é um templo do Espírito Santo. Veja I Coríntios 6:19,20. "Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos? Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo, e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus." 
O dragão, preferência absoluta entre os jovens, testemunha o desejo de auto afirmação. 
Porém, o dragão na Bíblia simboliza Satanás. Veja Apocalipse 12:9; 20:2 
"E foi precipitado o grande dragão, a antiga serpente, que se chama o Diabo e Satanás, que engana todo o mundo; foi precipitado na terra, e os seus anjos foram precipitados com ele."
"E vi descer do céu um anjo, que tinha a chave do abismo, e uma grande cadeia na sua mão. Ele prendeu o dragão, a antiga serpente, que é o Diabo e Satanás, e amarrou-o por mil anos." 
Os cristãos devem portanto ouvir as recomendações divinas que estão registradas na Bíblia e procurar em tudo obedecer a Jesus e seguir o Seu exemplo, desligando-se de tudo no mundo que não é edificante.
"Todas as coisas são lícitas, mas nem todas as coisas convêm; todas as coisas são lícitas, mas nem todas as coisas edificam." - I Coríntios 10:23"Rogo-vos, pois, irmãos, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional. E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus." - Romanos 12:1,2
"Portai-vos de modo que não deis escândalo nem aos judeus, nem aos gregos, nem à igreja de Deus." - I Coríntios 10:32
"Não dando nós escândalo em coisa alguma, para que o nosso ministério não seja censurado." - II Coríntios 6:3
Embora não seja o ideal, muitas pessoas hoje em dia estão se tatuando. Não devemos generalizar e dizer que toda a pessoa tatuada está distante do Senhor Jesus.
Se você possui uma tatuagem não pense que não pode aproximar-se de Deus por causa disto. Deus é um pai misericordioso. Ele lhe ama independentemente do seu passado. 
Também não devemos concluir que por uma pessoa ter uma tatuagem ela não possa receber os favores de Deus de amor, perdão e direção. Como diz o ditado: “O amor tem bons olhos” e Deus é amor!
Sempre existe esperança de salvação a todos os que antes não conheciam a Verdade e o Caminho. Cristo morreu e pagou pelos pecados de todos. Assim, uma pessoa que era assassina antes, mas conheceu a Cristo, se arrependeu e mudou de caminho, está salva, pois Cristo já pagou o preço de todos os assassinatos que esta pessoa cometeu. Na Bíblia temos várias histórias assim, sendo uma das principais a história do rei Manassés, que foi um dos piores reis de Israel e que só se arrependeu quando perdeu tudo que tinha. Até seus filhos ele queimou no fogo. Imagina! Você acha que teria salvação pra alguém assim? Mas teve! Deus o perdoou quando ele reconheceu que estava errado e se arrependeu.
Deus se importa com a nossa saúde física e aparência. Mas muito mais Ele atenta para o nosso coração. Veja o que Deus falou a Samuel por ocasião da escolha do rei Davi para substituir Saul.
“Mas o SENHOR disse: —Não se impressione com a aparência nem com a altura deste homem. Eu o rejeitei porque não julgo como as pessoas julgam. Elas olham para a aparência, mas eu vejo o coração.” (1 Samuel 16:7 NTLH)
Se você fez uma tatuagem motivado pela ligação com algum ídolo ou falso deus, peça perdão, renuncie ao seu pacto anterior e decida servir ao verdadeiro Deus. O Criador não rejeita nenhum dos seus filhos que vêm à Ele com sinceridade. “Todo aquele que o Pai me dá, esse virá a mim; e o que vem a mim, de modo nenhum o lançarei fora.” (João 6:37 RA)
O importante é você decidir daqui para frente ser fiel ao único Deus verdadeiro.
“Mas, se vocês não querem ser servos do SENHOR, decidam hoje a quem vão servir. Resolvam se vão servir os deuses que os seus antepassados adoravam na terra da Mesopotâmia ou os deuses dos amorreus, na terra de quem vocês estão morando agora. Porém eu e a minha família serviremos a Deus, o SENHOR.” (Josué 24:15 NTLH)

                                                     CONCLUSÃO

Se você se arrependeu de ter colocado uma tatuagem, não se desespere. Tenha a certeza de que Deus lhe ama de igual forma. O fato de você ter uma tatuagem não irá impedir a sua entrada no reino de Deus. 
Jesus nos prometeu uma nova vida e um novo corpo, de carne e osso, só que eterno! Assim, alguém que perdeu um braço ou uma perna, ou não teve visão nesta vida, terá um corpo perfeito na Nova Vida. Isso também resolverá o problema de quem tem tatuagem, entende? De qualquer modo, sempre há esperança de salvação. Jesus quer mudar o interior de todos nós antes de Sua volta. Depois tudo que for exterior será facilmente mudado por ELE!


FONTE:
http://gleysonsantana.blogspot.com/2010/10/piercing-e-tatuagens.html

2 comentários:

  1. E se a tatuagem que eu for fazer expresse minha crença e minha fé?, por exemplo gostaria de fazer um leão em minhas costas escrito Leão de Judá, não seria uma adoração a um deus pagão.

    ResponderExcluir
  2. Essa resposta foi copiada do site do Pastor Ciro.

    “É pecado fazer tatuagem?”

    É claro que não encontramos na Bíblia um mandamento do tipo “Não farás tatuagem”. É é isso que os crentes liberalistas abraçam. “Já que não há mandamento contrário à tatuagem, então podemos tatuar livremente o nosso corpo”, afirmam. Que engano! Eles ignoram por completo o fato de que a Palavra de Deus contém princípios, pelos quais o Senhor controla todo o nosso viver. E os princípios, diferentemente dos mandamentos, são gerais. Não há especificidades neles, mas por meio deles sabemos se a tatuagem, por exemplo, combina ou não com a vida cristã.

    Há muitos princípios na Palavra de Deus. O livro de Provérbios apresenta vários. E em cada livro da Bíblia eles estão entremeados a mandamentos e promessas (e às vezes embutidos neles). Somente um crente desejoso de andar segundo a Bíblia se dá ao trabalho de encontrá-los e passar a segui-los no dia-a-dia. Quer exemplos? Leia Lucas 9.23; Romanos 12.1,2; 1 João 2.15-17; 1 Coríntios 6.12; 10.23,31; Filipenses 4.8; 1 Tessalonicenses 5.22; e Hebreus12.1.

    Em que os princípios contidos nas passagens acima se relacionam com a pergunta em apreço?
    Primeiro,
    ser cristão implica renúncia ao “eu”, à própria vontade. Quem segue a Cristo deve ou não abandonar efemeridades como tatuagem, piercing, etc.?
    Segundo,
    vida cristã implica não amar o mundo nem o que nele há, tampouco conformar-se com a sua filosofia. E “mundo” aqui denota “o modo de viver das pessoas ímpias” ou “o sistema dominado por Satanás”. A tatuagem é própria desse mundo que tem o Diabo como príncipe.
    Terceiro,
    temos livre-arbítrio, pois todas as coisas nos são lícitas, mas nem todas nos convêm ou edificam. Nesse caso, eu posso, mas não devo fazer tatuagem.
    Quarto,
    tudo o que fazemos deve glorificar a Deus. Como pretendo fazer isso tatuando o meu corpo? Qual é a fama da tatuagem? Confronte-a com o princípio contido em Filipenses 4.8, de que devemos atentar para o que é de boa fama. Diante dos princípios da Palavra de Deus já mencionados, não há dúvida de que a tatuagem não combina com a vida cristã, ainda que não haja um mandamento expresso condenando-a.
    Quinto,
    é impossível glorificar a Deus por meio de tatuagens, pois não devemos apenas evitar o pecado. O princípio contido em 1 Tessalonicenses 5.22 mostra que devemos evitar também a aparência do mal. E existem pecados e embaraços, como vemos em Hebreus 12.1. E estes podem se tornar piores do que pecados expressos mediante mandamentos. Alguém insistirá em dizer que não há mandamento quanto à tatuagem… De fato, mas para que servem os princípios?

    Não há mandamentos sobre pecados novos. O Tentador é criativo. Já pensou se a Bíblia tivesse mandamentos expressos para todos os tipos de pecados? A Bíblia seria muito maior. Daí Paulo valer-se, em Gálatas 5.21, da expressão “e coisas semelhantes a estas”. Mas não há dúvida, à luz dos princípios da Palavra de Deus, que o Senhor não se agrada de pecados como fazer tatuagem, “ficar”, comprar CD e DVD “pirata”, fazer down-load de livro sem a permissão do autor e da editora, prática comum na Internet…
    http://pastorciroresponde.blogspot.com/2009/01/pecado-fazer-tatuagem.html


    ************************


    Outrossim,
    Para adorar o Senhor: Adore-O em Espírito e em Verdade. Diz a Palavra de Deus:
    "...os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem", (João 4: 23).
    "Os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito..."; ou seja: os verdadeiros servos servirão ao Pai com o interior da alma, sem produzir aparências inúteis.
    "Os verdadeiros adoradores adorarão o Pai... em verdade"; poderíamos traduzir: os verdadeiros servos servirão ao Pai... por entendimento e convicção, e não pelo que aparentam.
    O verdadeiro cristão não se preocupa em produzir aparências. Observe a orientação de Jesus Cristo descrita em Mt. 5.3-7.
    E é pelo fruto que se conhece uma árvore, e não pela sua aparência.

    Deus o abençoe!

    ResponderExcluir